A força da Filosofia japonesa espelhada no Nissan ARIYA

O Japão tem uma enorme riqueza de costumes e tradições valiosas que foram uma influência forte para a Nissan desde o início.

O elétrico Nissan ARIYA inspirou-se em artesãos japoneses para mudar a forma como o design de um automóvel é vivenciado, por dentro e por fora.

Com inspiração no ARIYA Concept apresentado no Salão Automóvel de Tóquio 2019, este é o primeiro modelo a representar a nova identidade de marca elétrica da Nissan, desbravando o caminho para uma era de eletrificação avançada, disposição interior e inteligência do automóvel totalmente integrada.

Satoru Tai, Diretor Executivo de Design Global da Nissan, explica que

“na história japonesa, não estamos a falar de utilizar sempre designs, formas ou padrões específicos. Em vez disso, o espírito é a parte importante. Desde que mantenhamos o espírito, poderemos manter-nos verdadeiros à autenticidade [em qualquer lado]”.

Dentro do Nissan ARIYA, podemos encontrar um toque da natureza

Sakura, também conhecida como flor de cerejeira, é uma das flores mais populares no Japão e representa um novo começo. A sakura pode ser encontrada em relevo na superfície da consola central e no suporte do smartphone subtilmente colocada pelos designers e engenheiros do ARIYA que queriam que este símbolo tão querido da herança do Japão estivesse escondido, mas à vista de todos os que o procuram, no mais recente automóvel elétrico da Nissan.

Albaisa vice-presidente sénior de design global, salienta que

«queríamos garantir que a alma do automóvel refletia o nosso ADN japonês distintivo, transmitido de forma simples, mas fortemente moderna”. Continuando, “Apelidámo-lo de “Futurismo Japonês Intemporal” e tirámos partido de algumas palavras-chave em japonês para inspirar a nossa equipa de design global a criar o formato poderoso, acutilante, simples e extremamente elegante do Nissan ARIYA”.

Entre os mais proeminentes no design do crossover elétrico o Nissan ARIYA possui um padrão kumiko estilizado, que é uma técnica tradicional japonesa que organiza formas geométricas complexas e intrincadas, com arte cativante.

No caso, “o design europeu é mais esculpido e tridimensional”, explica Satoru, “enquanto a cultura japonesa entende as coisas de uma forma bidimensional, como é bem demonstrado pelo nosso amor pela animação”. Quando ambos os estilos são combinados de forma harmoniosa, o resultado pode ser verdadeiramente espetacular.

Como já destacado, é a forma como estas ideias são aplicadas que é importante, independentemente de onde se está. Escondida, mas à vista de quem procura!

Curioso para saber mais sobre o Nissan ARIYA?

Últimas publicações
Partilha
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn